[ editar artigo]

17 lições de marketing pessoal com o Presidente eleito Jair Bolsonaro

17 lições de marketing pessoal com o Presidente eleito Jair Bolsonaro

Eu não sou de falar de política e não quero que este meu post seja para isso. Escrevo como profissional para analisar o resultado histórico e que comprova muitas tendências que temos conversado e vivido nos últimos tempos, PRINCIPALMENTE quando falamos de ambiente digital.

 

Temos que concordar que o que foi feito com o marketing pessoal na campanha do agora Presidente eleito do Brasil Jair Bolsonaro é digno de estudos e admiração.

 

Vi todas as matérias possíveis que já fizeram sobre o marketing dele, marketing da campanha. Acompanhei os números e sua evolução. Comparei seus posts aos posts do outro candidato, e assim pude observar 17 pontos ao seguinte, que compartilho agora com você:

 

  1. TEMPO - Há anos ele vem tomando frente das redes sociais para se posicionar; a campanha não foi feita este ano, não foi planejada há alguns meses;
  2. Seu PLANEJAMENTO tem pelo menos 4 anos e isso fez com que ele pudesse gerar conteúdo, dizer o que pretendia. Ele conseguiu conversar com as pessoas que começavam a segui-lo nas redes; Isso comprova que posicionamento não é instantâneo quando se quer reconhecimento;
  3. Ele trabalhou muito sua PROXIMIDADE com o público a medida que iam comentando nos posts, fotos e vídeos; CLARO que assessorado por um time, mas muito do que vimos em seus conteúdos e dito por ele mesmo no Fantástico no dia em que foi anunciado presidente, em matéria nacional, comprovou o terceiro ponto:
  4. Ele ASSUMIU sua autenticidade e fez a maioria dos conteúdos sozinho, guiado pelo que acredita e com emoção (não pense aqui no que você pode gostar ou não, mas pense que ele foi sincero);
  5. Ele mostrou-se HUMANO, e mais ainda quando levou a facada, que ao invés de colocá-lo longe da mídia, fez com que ele intensificasse ainda mais sua presença online, nas principais redes sociais = Facebook, Youtube, Instagram e Youtube;
  6. E ele USOU E ABUSOU da produção de imagens e vídeos EM BAIXA QUALIDADE. O que comprova que o que está como CONTEÚDO é muito mais importante do que a qualidade "hollywoodiana" que muitas pessoas buscam para se expor nas redes sociais. A VERDADE que queremos enquanto seguidores PEDE frente à frente com a câmera do celular, sem muitos recursos, porque se você reparar onde apareceu o celular que ele usava para gravar e gerar informações, nem o celular é o de maior tecnologia; (e se em algum momento ele não usou da verdade, nós iremos descobrir);
  7. As fotos e posts em suas redes mais curtidas foram tiradas em baixa qualidade; o que trouxe engajamento e aproximação ao público;
  8. Um dos posts mais divulgados foi dele CORTANDO O CABELO em uma salão SIMPLES; você pode até falar que foi estratégia (e foi, rs), mas ele poderia ter ido em um salão TOP, ele é deputado há anos e tem dinheiro pra isso, mas aquele deve mesmo ser o salão e o cabeleireiro que ele frequenta, por isso se sentiu confortável por gravar; 
  9. Ele conseguiu mostrar, até mesmo para a TV aberta, que foi obrigada a compartilhar muitos conteúdos de suas redes sociais, que a EXPRESSÃO e EMOÇÃO do momento, muitos em sua própria casa, usada como cenário, interagiu muito mais do que campanhas milionárias em rede aberta ou fechada;
  10. As LIVES em suas redes sociais abriram possibilidades de interação e ele se preocupou, desde o começo, em também transmitir para as minorias, em língua de sinais (aqui, com certeza, instruído por um profissional de marketing);
  11. Até mesmo suas roupas não eram as melhores e de extrema qualidade. CLARO que concordo que neste ponto poderiam ter sido um pouco mais pensadas, em cores e estrutura, não em marcas - porque isso não é mais valorizado como antes; mas do jeito que foram mostradas aproximaram ainda mais o público ao candidato;
  12. Ele fez PARCERIAS ESTRATÉGICAS e muitos CO-LABS com influenciadores digitais, o que comprova que a união no ambiente online aumenta a popularidade para todos, pois mostra de forma organizada para mais pessoas as mensagens que se quer passar;
  13. Não posso afirmar quantos post foram patrocinados, mas independe, sabemos que havia poucos recursos para a campanha, nada milionária, e por isso, posso afirmar que houve pedidos de compartilhar, marcar e até mesmo comentar em seus posts, por pessoas influentes digitalmente; (GASTOS COM CAMPANHA SEGUNDO UOL: Meirelles tem maior gasto da campanha presidencial, com R$ 44,2 mi, diz TSE. O segundo maior gasto financeiro de campanha entre os candidatos à Presidência foi de Geraldo Alckmin (PSDB), com R$ 31,5 milhões, à frente da candidatura do PT, que teve gasto financeiro de R$ 26,2 milhões. Na sequência das maiores despesas financeiras de campanha aparecem Ciro Gomes (PDT), com R$ 8,3 milhões; Álvaro Dias (Podemos), com R$ 5,5 milhões; Marina Silva (Rede), com R$ 3,5 milhões; Guilherme Boulos (PSOL), com R$ 3,4 milhões, e Jair Bolsonaro (PSL), com R$ 975 mil.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/reuters/2018/09/15/meirelles-tem-maior-gasto-da-campanha-presidencial-com-r-442-mi-diz-tse.htm?cmpid=copiaecola) 
  14. Ele entrou em uma onda que ia contra a política atual, mas que com certeza iria lhe trazer mais impulso. Isso é quando identificamos OPORTUNIDADES REAIS que batem uma única vez em nossas portas e pela nossa autenticidade, verdade e crenças, fazemos o que sentimos que temos que fazer; 
  15. Repare o site dos candidatos: a simplicidade, que de novo vem à tona quando se vê a do eleito; e ao cheio de recursos e de últimas tecnologias do segundo colocado;
  16. Visualmente e em termos de produções não se pode nem comparar um ao outro, com certeza o segundo colocado fez tudo muito feito e produzido; mas é visual que seu seguidor busca? (essa pergunta sempre terá duas respostas diante das nossas profissões: uma para SIM, aos que trabalham com visual; outros para NÃO, aos que trabalham com conteúdo) - mas podemos afirmar que os conteúdos são o futuro do marketing, ou tudo que escrevi até agora comprova o contrário?
  17. E por fim e cheio de razão, ELE MOSTROU SEU DIA A DIA. Não pude acompanhar seus STORIES e eles não foram guardados, mas basta olharmos aos posts que comprovamos este último item.

 

Bom, ao futuro como presidente com certeza ele deverá seguir padrões e regras da Secretaria de Comunicação Social (SECOM), que, também irá aprender muito com ele, trazendo de sua autenticidade à forma de se comunicar.

Isso porque estamos em uma era de transformações e a geração Millennial é quem muito nos ensina sobre tudo que temos visto e vivido. Mas isso é conteúdo pra mais textos.

 

Atente-se ao olhar do que acontece ao marketing das outras pessoas, como elas têm se divulgado na forma que dê certo, e traga esses ensinamentos até você. Conosco, aqui na Ponto Pessoal, você pode contar =)

Acesse nosso portal www.pontopessoal.com.br e vem com a gente em mais de 8 anos de marketing pessoal, no Brasil e Portugal.

 

E pra completar, gravei um vídeo no Youtube, vem ver =)
 

 

Movimento TOPVIEW por Adriano Tadeu Barbosa
Adriano Tadeu Barbosa
Adriano Tadeu Barbosa Seguir

Sou um comunicador que busca movimentos do Mercado de Luxo para diferenciar pessoas no Marketing Pessoal, desde 2006, com aprovações nacionais e internacionais e conteúdos em diversos formatos para mim e marcas que acredito.

Ler conteúdo completo
Indicados para você